A mudança continua

por Luiz Modesto

Balanço do primeiro mês do governo Pupin:

– Aumento de 33% no preço da refeição no Restaurante popular;

– Contratação de 515 CCs, comprometendo 33,5 milhões de reais anuais do orçamento municipal, 88% a mais que na gestão passada;

– Exagerou no preço do IPTU deixando moradores indignados, o que resultou numa manifestação em frente ao paço municipal pela revisão dos valores;

– Comemorou o recorde de arrecadação municipal, 122 milhões, dos quais 27% já comprometidos com o pagamento dos 515 CCs;

– Mandou despejar 16 famílias sem-teto que ocupavam as casas inacabadas do Residencial Atenas;

– Negou-se a amparar as famílias despejadas por meio do Aluguel Social;

– Manteve o caos na saúde de Maringá, com médicos tendo que atender, em média, 40 pessoas por dia;

– Fruto dos 8 anos em que fez parte da gestão como vice-prefeito, iniciou o mandato com a notícia de que Maringá teve taxa de homicídio maior que a de São Paulo e Rio em 2012, proporcionalmente ao número de habitantes;

Da base aliada:

– Flávio Vicente assumiu uma secretaria para liberar a vaga para Carmem Inocente, que deverá assumir a condição de líder do governo na Câmara;

– Ulisses Maia e Luciano Brito protocolaram Projeto de Lei que destina 50 mil reais para a Ordem dos Pastores de Maringá – em sua maioria, apoiadores de Pupin/Barros – realizar a Marcha para Jesus;

Agenda para a primeira semana de fevereiro de 2013:

– 05/02: Acabar com o Fundo de Habitação de Interesse Social em Maringá em conferência pública “Mandrake”, decretando o fim da possibilidade de financiamento municipal para a construção de Casas Próprias e liberando o dinheiro para, possivelmente, ajudar os imobiliaristas e empresários amigos;

– 07/02: Decretar à força a viabilidade da transposição da UEM, por meio de audiência pública nem tão pública assim.

Exemplo de família maringaense feliz com o governo Pupin.

Exemplo de família maringaense feliz com o governo Pupin.

Anúncios

God save the mayor

Trecho de entrevista do prefeito para O Diário:

O Diário: Há especulações da oposição de que o senhor vai renunciar em 2012?

Silvio Barros II: Muitas vezes a população de Maringá já me ouviu falar isso e é convicção. Não há autoridade sem a permissão de Deus. Para você renunciar a uma autoridade concedida por Deus, no meu entender, precisa de autorização Dele também. Enquanto não tiver essa convicção eu não considero essa possibilidade. E repito: quem põe os governantes e quem tira os governantes é o poder superior. Não se trata de uma estratégia, de um plano, de uma proposta ou ambição pessoal. Entendo que estou cumprindo uma missão e agora não estou liberado desta missão. Para poder sair da prefeitura antes de concluir a missão, só se receber outra missão que tenha a certeza que foi orientação e incumbência divina.

Deus está sempre com Silvio.

Amém.

Barros inicia campanha para síndico

Derrotado em duas eleições consecutivas – Senado e presidência da Fiep -, o maringaense Ricardo Barros não desiste. O próximo desafio do irmão do prefeito é se candidatar a síndico do prédio onde mora.

Ricardo Barros no Twitter

Estou seguindo o Ricardo Barros (PP-PR) no Twitter. Também seguia o Alvaro Dias, que fala muito sobre si mesmo (dei unfollow)… Coisas de político; o Ricardo não deixa de seguir essa linha. Mas, no caso dele, segui-lo está sendo ótimo. Através do twitter, descobri que ele está querendo sair candidato ao Senado, caso a Cida seja candidata a deputada federal. O que seria bom para nós: com os dois em Brasília, eles não precisariam gastar recursos públicos em viagens de avião para se encontrar em ocasiões especiais.

Vamos acompanhar. Os grifos são meus.

25 de junho: Sou o deputado federal Ricardo Barros. Iniciei hoje no twuitter. Boa Tarde!

7 de Agosto: A reunião da giripe A foi boa mas as opiniões são divergentes quanto a paralização das aulas. Prefeito liberou 90 servidoras gestantes.

7 de Agosto: Estive de manhã na entrega de 74 veículos para Prefeitura de Maringá. O pátio do Willie Davis estava bonito com tantos veículos.

(E querem parar a Pedra!)

8 de Agosto: Participei da abertura do festival nipo.brasileiro ESTAVA MUITO LEGAL vale a pena ir a maringa so pra ver, e comer.

(Também adoraria receber uma passagem de avião só para ir a Maringá para ver e comer. Como sou cidadão comum, só posso bancar quatro passagens anuais.)

9 de Agosto: Estou em foz do iguassu para a abertura do congresso da assossiacao das emissoras de radio e televisão do parana, sou radiodifusor desde 81