Cupim confirmado na Fazenda de Verão

Com a possibilidade cada vez mais concreta de perder o mandato no julgamento do TSE, que deve ocorrer nos próximos dias, o prefeito Gualberto Cupim vislumbra novos horizontes. Cansado da política, o pecuarista pretende voltar às origens. A Rede Record confirmou a presença de Cupim na próxima edição do reality “A Fazenda de Verão“.

Cupim disse ao blog que está preparado para o novo desafio. Além da experiência na agricultura, essencial para realizar as provas do programa, o prefeito disse ter intimidade com a telinha: “Tenho experiência na tv, no horário eleitoral gratuito. Menti muito para ser eleito. É isso que se faz em um reality, não é mesmo?”.

Em conjunto com seu staff de 515 assessores, o prefeito traçou metas para o programa caso conquiste três lideranças consecutivas: valorizar as terras da propriedade, explorar a mão de obra de outros participantes e diminuir as reservas ecológicas. “Tudo pelo progresso!” – frisou Cupim.

A Fazenda merece um participante assim.

A Fazenda merece um participante assim.

Anúncios

Troca de emissora

Agora é para valer. Datena vai voltar para a Band. O âncora não se acostumou com o esquema da Record, em que tinha de pedir permissão para tudo e sem a liberdade que tinha na Band. A informação é da Folha.

Alguém se lembra que Benedito Pinga Fogo de Oliveira fez algo parecido? No final dos anos 90, o apresentador mais popular de Maringá trocou a TV Maringá/Band pela RIC TV/Record, ficou por lá alguns dias e voltou para a antiga emissora, onde está até hoje.

Haja Deu$!

Enquanto Globo e Record continuam se degladiando, resgato um texto que escrevi para o saudoso Idéias Ácidas em 21/01/2009:

***

Você, amigo leitor, que tem insônia e não possui a comodidade dos vários canais que a TV a cabo oferece, já deve ter reparado na quantidade absurda de programas religiosos que infestam a TV aberta nas madrugadas. Dos 13 canais disponíveis nos sistemas VHF e UHF, acredite, 10 transmitem programação religiosa na madrugada! Lembrando que estes horários são, em sua maioria, vendidos pelas emissoras para as entidades neopentecostais, e há também algumas emissoras pertencentes à setores da Igreja Católica, como a Rede Vida.

O pastor R.R. Soares é figurinha carimbada das madrugadas. Presente em quase todos os canais, inclusive no horário nobre da BAND, o missionário é provavelmente a figura que fica mais tempo no ar na televisão brasileira.

Um clássico entre os programas religiosos é o Fala Que Eu Te Escuto, produção da Igreja Universal e exibido há anos pela Record. São quase 6 horas de programa com diversas atrações: pastores conversam com os telespectadores pelo telefone, simulações de situações do cotidiano onde pessoas foram salvas pelo Senhor ou prejudicadas pelo Satã, reportagens sobre descarrego, enfim, é diversão que não acaba mais.

Neste cenário da madrugada, apenas Globo, MTV e Record News permanecem sem passar programação religiosa. O último a aderir foi o SBT, que substituiu o Chaves de 5 da manhã por um pastor. /o\

Vale refletir: em pleno século XXI, como essas entidades ainda enriquecem explorando a fé alheia? E o que é pior, acabando com a nossa programação nas madrugadas! Que o teto caia sobre minha cabeça caso tenha escrito alguma bobagem.

***

Complementando, lembro que na minha infância chamávamos o pastor Miranda Leal de “Me Dá Um Real”. Trocadilho bem bolado. E sobre Globo x Record, Marcelo Tas – via Twitter – mandou essa: Guerra Globo x Record: duas coisas a dizer: “Não aponte esse dedo sujo para mim” e “A mandioca é minha!”