Maringá altera data do feriado de Natal

O maringaense está acostumado a não comemorar o aniversário da cidade na data correta. Há alguns anos, a pedido da Associação dos Sonegadores de Impostos de Maringá (A$$$IM), o feriado é alterado quando o dia 10 de maio é antes do Dia das Mães. Com o objetivo de bombar as vendas de presentes para as mamães maringaenses, o feriado deste ano ficou para o dia 13 de maio.

A experiência tem se mostrado bem sucedida. Os barões do comércio apresentam lucros maiores ano a ano. Por isso, o prefeito Gualberto Cupim (PMRB*) enviou à Câmara projeto que muda a data do feriado de Natal. Celebrado em todo o mundo no dia 25 de dezembro, Cupim quer que os maringaenses comemorem o nascimento de Cristo em 25 de junho.

Segundo o prefeito, a chegada do inverno é propícia para o Natal: “Devemos comemorar o Natal como no Primeiro Mundo, agasalhados e, se possível, com neve. O friozinho de junho já temos. Vou aos Estados Unidos na semana que vem em busca de uma tecnologia que nos proporcione neve artificial da melhor qualidade”. Ressaltou também que junho é carente de datas comemorativas: “Dia das Mães é em maio, Dia dos Pais em agosto, Dia das Crianças só em outubro. Como vender em junho? Entendo que a atencipação do Natal é mais uma atitude progressista de nossa bela cidade”.

Estátua do Peladão abaixa os braços por causa do frio, se agasalha e comemora o Natal junino.

Estátua do Peladão abaixa os braços por causa do frio, se agasalha e comemora o Natal junino.

* Pau Mandado do Ricardo Barros.

Cupim confirmado na Fazenda de Verão

Com a possibilidade cada vez mais concreta de perder o mandato no julgamento do TSE, que deve ocorrer nos próximos dias, o prefeito Gualberto Cupim vislumbra novos horizontes. Cansado da política, o pecuarista pretende voltar às origens. A Rede Record confirmou a presença de Cupim na próxima edição do reality “A Fazenda de Verão“.

Cupim disse ao blog que está preparado para o novo desafio. Além da experiência na agricultura, essencial para realizar as provas do programa, o prefeito disse ter intimidade com a telinha: “Tenho experiência na tv, no horário eleitoral gratuito. Menti muito para ser eleito. É isso que se faz em um reality, não é mesmo?”.

Em conjunto com seu staff de 515 assessores, o prefeito traçou metas para o programa caso conquiste três lideranças consecutivas: valorizar as terras da propriedade, explorar a mão de obra de outros participantes e diminuir as reservas ecológicas. “Tudo pelo progresso!” – frisou Cupim.

A Fazenda merece um participante assim.

A Fazenda merece um participante assim.