Zebra histórica (2)

Ingresso do jogo Cianorte e Corinthians.

Cianorte x Corinthians

Anúncios

Zebra histórica

Hoje tem início mais uma edição da tradicional Copa do Brasil, o caminho mais curto para a Libertadores, como gostam de dizer os cronistas esportivos. Apenas uma vez um time de Maringá se fez presente na competição – o Adap Galo foi eliminado pelo Noroeste de Bauru na primeira fase, em 2007. Porém, a cidade foi palco de uma das maiores zebras da história do torneio.

O Cianorte, após ter feito boa campanha no Campeonato Paranaense de 2004 (foi semifinalista), conquistou o direito de participar da Copa do Brasil de 2005. Na primeira fase, passou pelo CENE-MS. O adversário da fase seguinte seria o poderoso Corinthians, turbinado com o dinheiro da MSI e as chegadas de Carlos Alberto, Roger e Carlitos Tevez.

O estádio de Cianorte, o modesto Albino Turbay, não teria condições de receber evento de tamanha dimensão. A solução encontrada foi transferir a partida para o estádio Willie Davids, em Maringá. Assim, aqui foi realizado o jogo de ida, no dia 09/03/2005. 

No jogo, o mais improvável aconteceu. O Leão do Vale se agigantou, e o Timão virou timinho. O técnico Daniel Passarela não conseguia dar liga àquele amontoado de craques. Aos 9 do primeiro tempo, o placar já marcava 2 x 0 para o time paranaense, com direito a golaço de bicicleta de Márcio Machado. O terceiro e derradeiro gol foi marcado aos 36 minutos. O zagueiro do Corinthians Anderson ainda seria expulso no segundo tempo. Os paulistas até tentaram reagir, sem sucesso. Cianorte 3 x 0 Corinthians, placar final. 

No jogo de volta, no Pacaembu, no dia 06/04/2005, o Cianorte foi goleado por 5 a 1, e deu adeus a competição. Pouco importa. A equipe já tinha entrado pra história. 

 

CIANORTE 3 x 0 CORINTHIANS

Cianorte: Adir; Édson Santos, Diego e Fábio Carioca; Daniel Marques, Cuca, Rocha, Robert (Dario) e Maurício; Binho (Valdiran) e Márcio Machado (Djames). Técnico: Caio Júnior. 

Corinthians: Fábio Costa; Coelho, Sebá, Anderson e Edson; Wendel (Bobô), Fabrício, Carlos Alberto e Roger (Gustavo Nery); Gil e Tevez. Técnico: Daniel Passarella.

Data: 09/03/2005 (quarta-feira) 
Local: Willie Davids, em Maringá (PR) 
Horário: 21h45 (de Brasília) 
Gols: Édson Santos, 8, Márcio Machado, 9 e 36 do 1º
Renda: R$ 380.000,00
Público: 19.500 pagantes
Árbitro: Elvécio Zequetto (MS)
Assistentes: Rogério Carlos Rolim (PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Expulsão: Anderson, 25 do 2º
Cartões amarelos: Wendel. Cuca, Roger, Fabrício e Fábio Carioca. 

 

Cianorte comemora um dos gols no histórico jogo em Maringá

Cianorte comemora um dos gols contra o Corinthians, no histórico jogo em Maringá