Maringá altera data do feriado de Natal

O maringaense está acostumado a não comemorar o aniversário da cidade na data correta. Há alguns anos, a pedido da Associação dos Sonegadores de Impostos de Maringá (A$$$IM), o feriado é alterado quando o dia 10 de maio é antes do Dia das Mães. Com o objetivo de bombar as vendas de presentes para as mamães maringaenses, o feriado deste ano ficou para o dia 13 de maio.

A experiência tem se mostrado bem sucedida. Os barões do comércio apresentam lucros maiores ano a ano. Por isso, o prefeito Gualberto Cupim (PMRB*) enviou à Câmara projeto que muda a data do feriado de Natal. Celebrado em todo o mundo no dia 25 de dezembro, Cupim quer que os maringaenses comemorem o nascimento de Cristo em 25 de junho.

Segundo o prefeito, a chegada do inverno é propícia para o Natal: “Devemos comemorar o Natal como no Primeiro Mundo, agasalhados e, se possível, com neve. O friozinho de junho já temos. Vou aos Estados Unidos na semana que vem em busca de uma tecnologia que nos proporcione neve artificial da melhor qualidade”. Ressaltou também que junho é carente de datas comemorativas: “Dia das Mães é em maio, Dia dos Pais em agosto, Dia das Crianças só em outubro. Como vender em junho? Entendo que a atencipação do Natal é mais uma atitude progressista de nossa bela cidade”.

Estátua do Peladão abaixa os braços por causa do frio, se agasalha e comemora o Natal junino.

Estátua do Peladão abaixa os braços por causa do frio, se agasalha e comemora o Natal junino.

* Pau Mandado do Ricardo Barros.

Anúncios

Cupim confirmado na Fazenda de Verão

Com a possibilidade cada vez mais concreta de perder o mandato no julgamento do TSE, que deve ocorrer nos próximos dias, o prefeito Gualberto Cupim vislumbra novos horizontes. Cansado da política, o pecuarista pretende voltar às origens. A Rede Record confirmou a presença de Cupim na próxima edição do reality “A Fazenda de Verão“.

Cupim disse ao blog que está preparado para o novo desafio. Além da experiência na agricultura, essencial para realizar as provas do programa, o prefeito disse ter intimidade com a telinha: “Tenho experiência na tv, no horário eleitoral gratuito. Menti muito para ser eleito. É isso que se faz em um reality, não é mesmo?”.

Em conjunto com seu staff de 515 assessores, o prefeito traçou metas para o programa caso conquiste três lideranças consecutivas: valorizar as terras da propriedade, explorar a mão de obra de outros participantes e diminuir as reservas ecológicas. “Tudo pelo progresso!” – frisou Cupim.

A Fazenda merece um participante assim.

A Fazenda merece um participante assim.

Sem o horário das aulas, estudantes perdidos da UEM vão parar no Cesumar

O primeiro dia do ano letivo na Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi marcado pela desorganização. A Diretoria de Assuntos Acadêmicos (DAA) não providenciou o horário das aulas para os alunos. Muitos calouros não sabiam nem para que bloco deviam ir. Isso gerou uma grande confusão. Alguns estudantes, não tendo ideia da direção que seguiam, foram parar no outro lado da cidade: “Passei direto pelo campus da UEM e rumei para o Cesumar. Vi um local chamado Bloco 10, um monte de gente bebendo e achei que era do meu curso”, afirmou Camille Victoria Andrade, do primeiro ano de Direito.

Basílio de Paula Júnior, de Ciências Sociais, também se perdeu: “Já saí de casa preparado para a festa do primeiro dia, totalmente chapado. Quando fui ver, não deu outra: dei de cara com o comediante Mazaroppi. Depois me avisaram que aquele senhor era importante no Cesumar” – surpreendeu-se o calouro.

Aproveitando a falha da UEM, funcionários do Cesumar não perderam tempo e realizaram um trabalho de convencimento para angariar novos alunos. Com a ficha de matrícula nas mãos, Altair Guerreiro, de Medicina, optou por permanecer na instituição privada: “Não encontrei minha sala na UEM, atravessei a cidade e parei aqui, morrendo de sede. Por sorte os bebedouros daqui funcionam, ao contrário dos da UEM. Melhor do Paraná sem água gelada? Sei não…” – questionou.

A previsão é que os calouros da UEM tenham acesso ao horário e local das aulas só após o carnaval. Até lá, muitos estudantes continuarão perdidos pela cidade. As particulares comemoram. “Quem aparecer por aqui recebe 50% de desconto nas mensalidades e um lanchinho grátis” – anunciou o sócio de uma faculdade privada de Maringá.

cara-cade-meu-carro04

Cara, cadê meu horário?

“Meu pói agradece”, afirmou Inri

O polêmico Inri Cristo, que se considera a reencarnação de Jesus, ficou muito contente com o projeto dos vereadores Luciano Brito (PSB) e Ulisses Maia (PP). A dupla pretende repassar R$ 50 mil dos cofres públicos em prol da realização da “Marcha para Jesus”, evento organizado pelos evangélicos. “O coração do meu pói (sic) enche de alegria quando somos lembrados por políticos tão generosos”, declarou Inri em entrevista para o blog.

Inri pretende visitar a cidade no dia da Marcha. Para agradecer o carinho dos maringaenses, prometeu utilizar os poderes divinos para resolver os problemas locais: “Falarei com meu pói (sic) e, Ele autorizando, vou multiplicar o número de vagas nas creches da cidade e também acabar com a fila de pessoas que aguardam por uma consulta médica”.

Vereadores destinam R$ 50 mil para evento religioso.

Vereadores destinam R$ 50 mil para evento religioso.

Blogs sujos criticam imaculado prefeito em troca de trinta dinheiros

A denúncia do secretário de Comunicação de Maringá e colunista do O Diário nas horas vagas (ou vice-versa) chocou a cidade. Meios de comunicação que se dizem independentes e críticos da administração municipal realizam esse trabalho sujo porque, vejam só, recebem uma bufunfa mensal. O “mensalinho” alimenta essa raça de seres subversivos que desejam a todo custo impedir o progresso da cidade.

Comunistas travestidos de blogueiros, jornalecos baratos distribuídos em época eleitoral, o partido dos mensaleiros, ateus e satanistas estão mancomunados com um único objetivo: destruir a inatacável família que detém o poder político da cidade.

O atual prefeito, homem de sucesso e rico graças à predestinação divina, foi indicado a dedo pela família abençoada para continuar promovendo o bem-estar social da população. Alguém temente a Deus não pode fazer o mal.

Os argumentos dos blogueiros sujos são delirantes. De maneira orquestrada, atacam o aumento excessivo do número de cargos de confiança da Prefeitura. A cidade cresceu, fato! Precisa de mais quadros qualificados para administrar. Uma benção que tais profissionais capacitados apoiaram o candidato vitorioso e estão sendo agraciados com um lugar na gestão pública.

Outras críticas dos azedos já foram exaustivamente discutidas e nem merecem menção. A especulação imobiliária, por exemplo, que graças a Deus existe na cidade. Cidadãos honestos que compram seus terrenos devido ao suor do trabalho são beneficiados com a valorização crescente.

A cidade vai bem, obrigado. Muitos prédios bonitos, carros convivendo em harmonia com os pedestres, comércio próspero e políticas públicas adequadas para os menos favorecidos. Pobreza é algo raro por aqui, mas os que possuem poucas posses não podem reclamar. Gozam de bom atendimento nos serviços essenciais e da benevolência dos governantes locais.

Maringá é terra de gente trabalhadora. Empresários e empregados andam de mãos dadas e, juntos, alavancam a economia da região com o auxílio das grandiosas associações comerciais e empresariais.

Estamos solidários com o prefeito. Ataques contra a sua honra são inadmissíveis. Questionamentos sobre o modo de governar do grupo político da família de passado ilibado são intoleráveis. Se o povo o escolheu, é porque sobra competência. Aos “anti”, resta a inveja e o rancor. E o dinheiro do “mensalinho”, claro. Insistimos na pergunta: QUEM PAGA? QUEM?

QUEREMOS A FOICE E O MARTELO DO PERIGO VERMELHO LONGE DE MARINGÁ. DENUNCIE OS BLOGS SUJOS!

STALINISTAS ESTÃO A SOLTA NA CIDADE. QUEREMOS A FOICE E O MARTELO DO PERIGO VERMELHO LONGE DE MARINGÁ. DENUNCIE OS BLOGUEIROS SUJOS QUE EM TROCA DE TRINTA DINHEIROS JOGAM PEDRAS NO PREFEITO E ALIADOS.

Vida do Lukas

O Marcelo Bulgarelli, da Gazeta Maringá, informa que Camila Munhoz e Gustavo Lemos, estudantes de jornalismo do Cesumar, preparam um documentário sobre a vida e a obra do cartunista Lukas, falecido em agosto de 2011. O vídeo é o trabalho de conclusão de curso dos acadêmicos.

Interessante que o jornal onde o brilhante cartunista trabalhou por duas décadas não deu uma linha sobre o assunto. Preferiu noticiar isso e isso.

O spray de pimenta do século

Franz Silver, um eminente businessman radicado na cidade, como bom capitalista, resolveu fazer de seu hobby também uma fonte de renda. Depois de experimentar diversas variedades de pimentas em seus empregados, desenvolveu uma nova fórmula de spray de pimenta com efeito de até 24 horas, inspirado nas propagandas de desodorante e motivado por seu afeto por axilas bem depiladas.

O spray de pimenta parece que veio mesmo para ficar. “Já temos uma encomenda de 1200 unidades feita pela Guarda Municipal”, revela. Mas os cidadãos de bem também podem adquirir. “Ele pode ser usado perfeitamente em casos de tentativa de estupro ou abordagens de flanelinhas, cada vez mais comuns em nossa região”, garante Franz.

A esperança é que em breve o produto seja liberado para vendas nas escolas, um nicho de mercado ainda a ser explorado. “O spray é de fácil uso e pode ser usado já no ensino fundamental. Aliás, ele pode ser fundamental como recurso pedagógico e em casos de defesa pessoal para bullying ou mesmo em brigas de gangues de moleques na saída da aula”.

O self-made man também já fez uma proposta tentadora à Câmara Municipal. “Pretendemos incluir o spray nas despesas de gabinete de nossos vereadores. Com tantas notícias negativas, nunca se sabe qual será a reação da população. O spray garante resposta rápida a ataques violentos”. O empresário não discutiu a possibilidade de a população usar a mesma tática contra os legisladores, o que lhe daria lucros sem precedentes.

A novidade foi divulgada à comunidade numa casa noturna. Todos os colegas do ramo ganharam amostras grátis. Lose Reonel aprovou: “Cabe na bolsa, é uma gracinha”. Posteriormente, também foi usado o “marketing de guerrilha”, com envio de spam e pop-ups em sites, como forma de deixar os consumidores com raiva e, portanto, mais propensos a adquirir o produto.

Animação

O Rigon informa:

“Está uma alegria danada entre os pré-candidatos a vereador de Maringá. Além da notícia de que será apresentado projeto aumentando de 15 para 21 as cadeiras na câmara municipal, na reabertura do ano legislativo, a condenação em segundo grau de nove vereadores e ex-vereadores e o seu enquadramento na Lei Ficha Limpa deu ânimo para a turma”.

Carlos Mariucci, o candidato dos artistas, e Negrão Sorriso, cotado até para uma candidatura ao Executivo, gostaram da notícia.

Jornalismo canalha

Primeira página do Jornal do Povo de hoje: “Tarifa do transporte coletivo de Maringá não é a mais cara do Brasil”. Na matéria, desqualificam a manifestação dos integrantes do DCE a respeito do aumento do preço da passagem e fazem uma série de elogios à empresa que monopoliza o transporte coletivo da cidade canção.

Uma pequena amostra do tipo de jornalismo que fazem em Maringá. Aliás, nem pode ser chamado de jornalismo. É negócio mesmo.

Caco Antibes assume Secretaria de Habitação de Maringá

- Pobre adora dizer que tá construindo uma casinha "germinada"

Após declarar que “casa geminada não é bom para a cidade”, o prefeito Bilvio Sarros (PP) convocou uma entrevista coletiva para anunciar mais uma mudança na equipe administrativa. Carlos Augusto Vasconsellos Antibes, mais conhecido como Caco Antibes, é o novo secretário de Habitação do município. “O Caco está antenado com a nossa proposta de planejamento urbano”, afirmou Sarros.

Antibes reforçou a fala do prefeito no que diz respeito às casas geminadas: “O casalzinho pobre junta os trapos e vai morar nesses muquifos, onde no estacionamento não cabe sequer uma Hilux. Eu tenho horror a pobre!”.

Empolgado com o desenvolvimento da cidade nos últimos anos, Antibes disse que Maringá está no caminho certo: “A cidade está crescendo com cidadania e literalmente expulsando a pobreza para longe”. O novo secretário aproveitou para lançar um novo projeto de moradias populares. “Serão apartamentos luxuosos com uma piscina por andar a preços módicos, pagos em suaves prestações de um milhão de reais”.

Mais vereadores não

Este blog, sempre tão crítico, não poderia ficar de fora da campanha “Mais vereadores não”. O assunto é polêmico, gera a revolta de boa parte da população e faz Dom Anuar refletir profundamente sobre isso: “Eu, pessoalmente, prefiro qualidade e não quantidade”.

Com todo esse movimento, não podemos nos omitir, e lançamos aqui uma ideia de outdoor:

Afinal, o que você prefere? Mais disso:

Ou disso:

Barros inicia campanha para síndico

Derrotado em duas eleições consecutivas – Senado e presidência da Fiep -, o maringaense Ricardo Barros não desiste. O próximo desafio do irmão do prefeito é se candidatar a síndico do prédio onde mora.

Parque do Ingá se transformará em área residencial

Na calada da madrugada deste domingo, a Câmara Municipal de Maringá realizou uma sessão super-extraordinária e aprovou o projeto de lei, de autoria do Executivo, que transforma o Parque do Ingá em área residencial. Segundo o líder do prefeito na Câmara, vereador Raine Bananeira (PP), a construção de prédios no Parque do Ingá atende à demanda das grandes construtoras. “Liberamos todas as principais avenidas, inclusive a Colombo. Não tinha mais onde erguer edifícios. Restou esse terreno ocioso no centro da cidade”, afirmou Bananeira.

Zeroberto Henrique (PT) votou contra o projeto. “É um absurdo. Os macacos que residem no Parque vão procurar abrigo nos arredores da Praça Raposo Tavares e, em contato com as pombas, podem causar um sério desequilíbrio natural”, critica o petista. Henrique também se preocupa com a questão social: “Migrando para aquele local, os primatas com certeza irão se prostituir e entrar no mundo do crack”.

O prefeito Bilvio Sarros (PP), que está de férias, encaminhou mensagem ao Legislativo elogiando a aprovação do projeto de lei: “Damos mais um grande passo para eliminar tudo que é improdutivo de Maringá e crescer com cidadania. Primeiro a antiga rodoviária, agora o Parque do Ingá. O próximo da lista é o Estádio Willie Davids”.

*

AVISO: Você acabou de ler uma obra de ficção, portanto, não se desespere.

Adesivos ‘Família Feliz’ entristecem as famílias

Um estudo do Instituto Nupal (Núcleo de Pesquisas da América Latina), divulgado hoje pelo Sensacionalista, aponta que os adesivos “Família Feliz”, que são colados na traseira dos carros e passam por um período de grande popularidade – também são muito comuns em Maringá -, na verdade entristecem as famílias.

“Os filhos são os que mais sofrem. Eles morrem de vergonha porque aparecem de mãos dadas com os pais e às vezes até com cachorros ou gatos”, disse Lineo Marth Nalla, chefe de pesquisa do Nupal.

“É tão cafona que diminui automaticamente o valor de mercado do carro”, completou Lineo.

Rede municipal terá professores gigantes a partir de 2012

Foto: Roberto Furlan/PMM

O prefeito Silvio Barros anunciou, na manhã desta quinta-feira (14), que a rede municipal de ensino de Maringá incorporará gigantes ao seu quadro de docentes. A inspiração veio de uma conhecida faculdade maringaense que oferece cursos de pós-graduação com gigantes do mercado. Barros explica a medida. “A Bernadete, que às vezes tem boas ideias, apareceu com essa. Por que não acostumar nossas crianças a conviver com gigantes desde cedo, para que não estranhem quando fizerem sua graduação, sua pós? Um dia, elas podem ser gigantes também, o futuro a Deus pertence”.

Golias de Souza, presidente da Fundação Paranaense de Portadores de Gigantismo, comemora. “Até hoje, nas escolas, nós não éramos mais do que zeladores, pois trocamos lâmpadas e limpamos calhas muito bem. Mas nossa luta não para por aí. Queremos um gigante na Câmara dos Vereadores para representar nossos interesses. Já estamos trabalhando um candidato”, garante.

Os professores gigantes, entretanto, serão admitidos apenas no início do próximo ano letivo. Edith Dias, Secretária de Educação do Município, explica que, para tal, é necessária antes a adaptação de portas, bebedouros, mobiliário e até espelhos dos banheiros dos novos professores. “As licitações já foram feitas respeitando o orçamento de R$1,5 milhão”, assegura. “Em algumas escolas, vamos refazer todo o forro das salas de aula e corredores, aumentando o pé direito. Queremos agilizar as obras nas férias de verão para começar 2012 com o pé direito”, brinca a ex-vereadora, que acredita que os gigantes têm papel especial no ensino. “Especialmente na Educação Física. Nas aulas basquete e vôlei, eles são, de longe, os melhores”.