Tiradentes

Terminam nesta terça-feira (10) as inscrições para a Prova Rústica Tiradentes. A prova será realizada no próximo domingo (15) e as vagas à prova principal são limitadas a quatro mil participantes.

Durante todo o ensino fundamental fiz inscrição para essa corrida, mas só corri uma vez, foi em 2001. Nessa época eu achava praticar esportes uma coisa maneira.

Lembro-me que fui prejudicado. Na largada, alguns moleques caíram e os bombeiros impediram quem estava atrás de passar até eles levantarem. Com isso fiquei parado algum tempo, perdendo contato com o pelotão da frente. Além de perder tempo, prejudicou meu aquecimento e, principalmente, meu psicológico. Por culpa disso terminei a prova na honrosa 127º posição.

Anúncios

Maio no Palco

Começa neste sábado (7) e vai até o final do mês a segunda edição do festival Maio no Palco. As atividades serão realizadas na Oficina de Teatro da UEM e contará com apresentação teatral, música, dança, sapateado, uma mesa redonda sobre a Cultura na UEM e a palestra “Arte na Universidade de Medelin” com a professora Adriana Velásquez, Chefe do Departamento de Teatro e Dança da Universidade de Antioquia de Medelin (Colômbia).

A realização do evento é da UEM/PEC/DCU/APC/CCH/TUM/DMU-CAC. Os ingressos inteiros custam R$ 4 e para estudantes R$ 2.

Programação:

Sábado (07.05) às 21h: “Três Vezes Nelson” – Grupo TUM (Teatro Universitário de Maringá)

Domingo (08.05) às 20h: “Três Vezes Nelson” – Grupo TUM (Teatro Universitário de Maringá)

Sábado (14.05) às 14h: Fórum de Cultura sobre o tema “Cultura na UEM” – Mesa redonda/debate

Sábado (14.05) às 21h: Stand-up com Márcio Américo (Londrina)

Domingo (15.05) às 20h: “Kerouac” com Mário Bortolotto (Londrina)

Sábado (21.05) às 21h: “Olhares Guardados” – Expressividade cênica para pessoas com deficiência visual

Domingo (22.05) às 20h: “Olhares Guardados” – Expressividade cênica para pessoas com deficiência visual

Segunda (23.05) às 20h: Coral Universitário

Segunda (23.05) às 20h: “Arte na Universidade de Medelin” – palestra da professora Adriana Velásquez, chefe do departamento de Teatro e Dança da Universidade Antióquia, de Medelin (Colômbia)

Segunda (23.05) às 21h: “Medidas Contra a Violência” – Grupo TUM (Teatro Universitário de Maringá)

Terça (24.05) às 20h: Dança Contemporânea e Sapateado – Oficina de Dança – UEM – Grupo TAP

Quarta (25.05) às 20h: Danças Folclóricas – Grupo Fogança

Sexta (27.05) às 21h: “A Visita da Velha Senhora” (estreia) – TUM – Teatro Universitário de Maringá

Sábado (28.05) às 21h: “A Visita da Velha Senhora” (estreia) – TUM – Teatro Universitário de Maringá

Domingo (29.05) às 20h: “Não me Espere para Jantar” – Grupo Verve – Campo Mourão

Utilidade pública

Recebi por e-mail:

“Prezados colegas,

Orientamos para não utilizar o terminal eletrônico, da Caixa Econômica Federal, que se encontra na Cantina Central da UEM.

O caixa eletrônico à disposição na cantina apresenta problemas na operação de saque, ou seja, não libera o dinheiro solicitado, causando transtornos aos usuários.

Experiência própria, confirmada junto aos funcionários da agência da Caixa/UEM, onde fomos informados de que este problema ocorre com relativa frequência.

Att.

Adriane Siega
CPA/UEM”

Notícia velha

De passagem pelo blog do Edson Lima, vi um post falando que no Palmeiras os salários estão há dois meses atrasados e achei estranho.

Além de não ter visto nada sobre isso nos últimos dias, não havia no post nenhum link de onde ele havia tirado a notícia.

Por isso resolvi procurar qual era a fonte do Edson Lima. E não é que encontrei. A fonte dele é um uma entrevista do atacante Kléber do dia 28 de Novembro de 2010. Tsc, tsc, tsc…

Bateria de Direito da UEM

Uma das atrações da Calourada da UEM foi a bateria do curso de Direito que, entre outras coisas escrotas, cantou o hino que ataca os acadêmicos de Direito do Cesumar postado pelo Linjardi.

Além desse, teve um que falava sobre a UEM ser a melhor do Paraná, outro falando de genitália masculina de aço e alguns que falavam… Sei lá, tudo muito escroto.  Não prestei atenção.

A apresentação da bateria só ficou interessante quando uma menina subiu ao palco para protestar, dizendo que os alunos de Direito seriam profissionais tão escrotos quanto os do Cesumar e mais um monte de coisas que não consegui entender. Péssima dicção da garota. Mas queria deixar isso registrado.