Um dia histórico para Maringá!

Estava na sessão itinerante da Câmara Municipal, realizada no salão paroquial da Vila Santo Antônio, porque a minha avó, pioneira do bairro, seria homenageada. No momento em que ela foi chamada para receber um diploma e os aplausos do público presente, os manifestantes chegaram. De maneira ordeira e organizada ocuparam o local e exigiram dos vereadores a instalação imediata de uma CPI para averiguar irregularidades na empresa que monopoliza o transporte público de Maringá. Diante da pressão popular, os 15 vereadores assinaram a criação da CPI.

Confesso que não tenho palavras para descrever o que aconteceu. Depois de anos participando dos movimentos sociais, campanhas eleitorais, escrevendo textos em blogs e em páginas do Facebook sobre a administração municipal, e muitas vezes levando pancadas por isso, finalmente vejo os mandatários da província sendo colocados contra a parede.

Os rumos desses protestos ainda são imprevisíveis, mas hoje presenciamos uma grande vitória. Ao contrário da manifestação de terça, vimos a definição de pautas, a retomada da questão do transporte público e uma condução politizada do protesto.

Apesar dos gritos de “sem partido!” ecoados pela turma do oba-oba – aquela que saiu do Facebook, acordou agora, flerta com o autoritarismo e prefere esconder o rosto utilizando máscaras da moda -, era visível que a liderança do ato cabia aos companheiros velhos de guerra nos movimentos sociais, acostumados com as lutas.

Aguardo com otimismo o que acontecerá daqui em diante na política maringaense. Se o movimento manter o foco nas lutas regionais (TCCC, Contorno Norte, 515 CCs da Prefeitura etc), pode acumular conquistas.

protesto
Anúncios

6 respostas em “Um dia histórico para Maringá!

  1. Estava lá. O Manifesto foi justo, mas, me preocupei com as pessoas idosas da Santo Antonio que vieram para a sessão itinerante. Penso que o Manifesto poderia ser mais breve. Demoraram muito e quase se perdeu a legitimidade do protesto. Também, tinham alguns malucos no meio que estavam a fim de briga e violência. Tanto que a maioria teve que gritar “violência não”. O problema é que não se tem dois ou três líderes. Todo mundo grita e quer falar. Alguns falaram somente palavrões; outros, confundiram as pautas. Alguns queriam o seu minutinho de fama. Sou a favor da CPI do transporte coletivo, da quebra do monopólio da TCC, da averiguação dos 515 CCs que estão sustentados pelo dinheiro público e muitos sem competência técnica.

  2. Legal, mas quanto as manifestações é uma resposta do trabalhador como eu que pego minha marmitinha e saio 6 da manhã para trabalha em Paiçandu e ganhar uma salário mínimo por mês, é a resposta o povão pobre que não acredita mais em partidos e sindicatos(onde pelegos ficam ricos sejam da CUT, CGT, Conlutas etc…) , o povo está nas ruas e agora são fascistas, ultrareitistas etc, eu hoje comi arroz, feijão e um ovo frito no almoço e sou fascista, FORA PUPIN, FORA DILMA, FORA BETO, FORA PT, FORA PCoB, FORA Pstu, VIVA O POVO TRABALHADOR E OS ESTUDANTES POBRES NAS RUAS.

  3. Muito importante essa conquista, há anos que muitas pessoas vem lutando por isso, finalmente o poder legislativo municipal resolveu ceder. Parabéns a população de Maringá!

  4. Pingback: Um dia histórico para Maringá! | Diário Maringa

  5. Pessoal, gostaria de um e-mail de Vcs para contato, por gentileza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s