Beija-Flor continua falando errado

Pela segunda vez na semana, Beija-Flor, no programa diário do qual faz parte, pronunciou equivocadamente o nome do empreendimento da Beltrame Imóveis e da Marluc Construtura, o Bonne Vie (boa vida ou vida boa, em francês — muito sofisticado): bonê viê. Mas ele não foi o único:

* * *

Meu filho vai ter nome de prédio
Debatendo com um contador de Maringá sobre homossexuais, ele questionou se eu tinha filhos. Ainda não, mas imagino que uma das tarefas mais complicadas seja dar nome aos rebentos. Curiosidade: meu nome veio de um edifício da Tuparandy que nunca saiu do papel.

Quero o nome mais bonito
Da mesma forma, deve ser muito satisfatório dar nome a condomínios, obras tão perenes quanto nossos próprios filhos. É um desafio ser original na selva de pedra crescente.

François
Nomes franceses são o supra-sumo dos condomínios edifícios, a exemplo do Île de France, Château de Lyon, Richelieu, Notre Dame, Belle Ville Boulevard e os “villes”, “maisons”, “belles”, “royales” e “boulevardes” que você queira: Vitória Ville, Delta Ville, Chanson Ville, Green Ville, Ingaville, Maison Higuchi, Maison Royale, Gran Boulevard etc. Só não diga que você sabe “parler françois”, por favor.

Basta ser europeu
Nomes que lembrem a Europa, o paraíso do bom gosto, também costumam funcionar: Morada Florença, Nápoles, Plaza Asturias, Plaza Firenze, Florência, Itália, Europa e por aí vai.

Ville, Village, Villagio
San Diego Village, Village (simplesmente), Helbor Villagio, Bellagio (!), Villa Bella. As línguas variam, mas querem dizer a mesma coisa: nada.

Requinte e sofisticação
Nomes ligados à nobreza também caem muito bem. Servem desde nomes de imperadores até barões. O “royal” também remete à realeza. E, torres, a castelos: Ambassador, Royal Garden, Royal Suíte, Imperial, Imperador, Torres Imperador, Quinta da Torre, Dom Pedro I etc.

Segunda língua
Capriche também no inglês. Anglicismos, além de requintados, são descolados. Gran Tower, Millenium Tower Residence, Phoenix, Hyde Park, Park Morangueira, Liberty Park — abuse dos “tower”, dos “park”.

Tributos
Artistas, pensadores, desbravadores, sua avó: todos merecem um prédio com seu nome. Michelangelo, El Greco, Tomás de Aquino, Pitágoras (há também o Teorema!), Marco Polo, Eça de Queiroz, Cristóvão Colombo (além do Caravelas), Debret, Matisse, Marcelino Champagnat; Vinicius de Morais, Antonio Carlos Gomes — e pioneiros como Vanor Henriques, Vladimir Babkov, Silvio Magalhães Barros e Christina Helena Barros.

Religiosos
Homenagear padroeiros também rendem edifícios abençoados: São Marcos, São Conrado, Santa Isabel, Santa Maria. Se você fez promessa, o momento de pagá-la é agora.

Sombra e água fresca
Nomes que lembram o litoral, maior sonho de consumo de Maringá, distante centenas de quilômetros do mar, trazem paz de espírito aos moradores, como Guarujá, Guarapari e Sol de Verão. Ligar o nome ao verde também pode ser eficaz: espécies vegetais diversas e lugares famosos pela natureza sempre funcionam: Mata Atlântica, Amazonas, Vitória Régia, Azaleia, Araucária, Restinga da Marambaia, Serra Morena são muito bons. Se misturar com inglês, então, fica infalível: Green Life, Green Park Boulevard, Green Pallace Trade Center (!!).

Meu preferido
Todos os nomes acima são reais e estão espalhados por Maringá. Na rua Marciano Halchuk, Vila Bosque, fica meu preferido. Um erro de pronúncia leva os desavisados a procurar o Condomínio GUARITA, elemento arquitetônico tão essencial quanto as dependências da empregada, esta palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda.

Post dedicado a todos os porteiros-cartunistas de Maringá.

Anúncios

5 respostas em “Beija-Flor continua falando errado

  1. Vc esqueceu de mencionar a Torre Gêmea. Aliás… ela tem uma irmã?

  2. Vejo destas diariamente. Certa vez, uma senhora solicitou o cadastro de um tal “Meisonvertí”, e levei alguns minutos para entender que se tratava do “Maison Vert”.

  3. Ah, a senhora quis dizer ‘Maison Vert’! – “E eu lá tenho cara de quem mexe com ‘maçom’, moleque? Sangue de Jesus liberta.”

  4. Pingback: Sentare. Sentare! | Maringá, Maringá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s