Guarda armada na UEM

Wilson Rezende reivindica em seu blog:

“Arma de eletrochoque é uma arma capaz de liberar uma descarga elétrica a fim de imobilizar uma pessoa momentaneamente, constituindo-se assim como uma arma não-letal, hoje infelizmente vemos estudantes baderneiros, cachaceiros e traficantes dentro da Universidade Estadual de Maringá, portanto a UEM deveria seguir o exemplo da UFSC pois lugar de bandido não é na universidade e sim na cadeia, 99% dos alunos da UEM são honestos, lutadores, a minoria, ou seja 1% são os baderneiros e cachaceiros do Pstu que ficam tomando lugar de trabalhadores que poderiam estar na UEM.”

Wilson vibra!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s