Cidade das caminhonetes

Maringá, a cidade dos sofás, agora também é a cidade das caminhonetes. A boa matéria do Fábio Linjardi aponta que existe 1 trambolho motorizado para cada 23 habitantes da Dallas paranaense.

Na reportagem, o gerente de uma concessionária diz: “É uma característica local. A cidade cresceu, mas tem forte ligação com o campo”. Legal. Somos um bando de capiaus urbanos. E ele complementa: “Esse tipo de veículo traduz isso, é um sinônimo de virilidade”. Qualquer zé mané se sente poderoso dirigindo uma Hilux.

O Linjardi afirma que “seja pela segurança, robustez ou status, as vendas das picapes avançam na cidade. De cada 100 veículos em circulação pelas ruas de Maringá, seis são caminhonetes”. O número de mortes no trânsito aumenta na mesma velocidade.

Os pilotos galãs de caminhonetes geralmente estão sozinhos. Não faz o menor sentido um veículo com motor a diesel, tração nas quatro rodas, mais de 5 metros de comprimento e 2 metros de altura carregar apenas uma pessoa. Por pura vaidade, a tranquilidade das nossas ruas e o meio ambiente são prejudicados. Sem contar que os bonitões adoram um som alto.

Diante de tantos argumentos plausíveis para justificar minha ojeriza aos tão populares utilitários, sugiro para o secretário Guerlles – que dia desses se envolveu em um acidente, vejam vocês, conduzindo uma S10 – proibir a circulação dos monstros com rodas no centro da cidade. Lugar de caminhonete é na fazenda, não no asfalto.

Pensando melhor, estou sendo radical demais. Nos dias de chuva, quando o Novo Centro fica bem embarreado, pode liberar.

12 respostas em “Cidade das caminhonetes

  1. Maringá é uma cidade bonita, é aquela longa historia.
    •Motoristas tem que ter consciência ao volante bla..bla.bla.
    •Não adianta as mortes continua acontecendo,da para controlar os acidentes mais, não da ..não tem jeito.

    Agora em relação com as caminhonetes; e daí qual mau do cidadão ter uma ?

    •Hoje em dia nem com FUSCA, o motorista respeita mais..isso não faz a mínima.

    •Sorte de quem tem $$ mais de 80mil para comprar uma…O carro é Objeto, que faz as “Lambanças somos nós”

  2. esse cara que escreveu isso e um tremendo zé mané, o cara nao tem capacidade de ter uma cmta e fica botando gosto ruim em quem´pode ter e andar com o maior conforto e segurança, ja se as gatinhas gosta de anda de cmta hilux melhor pra qem tem e pode anda por ai com elas,ja quanto aos acidentes em maringa nao da 5 por cento envolvendo camta, intao se somos a maioria capiaus da roça esses garoto criado com danoninho na cidade nao pode mesmo ter uma cmta que acaba fazendo cagada mesmo….. ass: thiu.

  3. Meu, se você é pobre e frustrado, adivinha de quem é o problema? É da cobra que não picou o cavalo que levava a parteira! hahaha. Vai se ferrar, vai lá de carona em carro popular ouvir rock alternativo e se achar o intelectual. Cada um na sua, um dia você vai ganhar dinheiro e comprar um carro bom tbm.

  4. Discordo dos dois pseudo “cowbois” ai de cima, camionetona na minha humilde opinião eh coisa de mané, só serve para aparecer, fazer barulho, incomodar no trânsito e roubar vagas de estacionamento devido ao tamanho do trambolho. Salvo exceções, aqueles que as usam para o trabalho, boa parte que dirigem cidade a fora são alguns “aparecidos”, cantam pneus, ficam acelerando a toa, ficam pressionando quem está na frente, se isso é ser bonito tenho que rever meus conceitos. Vide aquelas F-250 ridiculas do tamanho de um trator. Podiam liberar logo carretas e tratores no centro também. Quer aparecer põe uma melancia no pescoço, um chapéuzão, cinto e fivela e uma calça agarrada no rego e botinão e sai correndo fazendo barulho no meio da Brasil, que fica mané do mesmo jeito.

  5. Na 1ª primeira quebra de safra esses manés entram em desespero e começam fazer caravana pra Brasilia pedindo renegociação das dividas, como se o governo fosse o responsavel pelas suas vaidades.

  6. O Jair disse tudo, a safra quebra, começa a choradeira, xingam o governo, continuam de camionetona zerada e o banco do brasil pagando o tal seguro.

  7. KKKKKKKKKK
    E quem não se sente o BAM-BAM
    encima de um Transformes????
    na real acho que tbm nao há necessidade,
    mas tbm nao recusaria uma facilmente neh…
    mas eu venderia na certa!

    os “Bonitoes” como citado realmente se sentem
    capazes de tudo, sobem na calçada, “toram” o SOM RUIM além de fazerem cara de mal e possuirem o sotaque forçado mesmo, acham que possuem o pinto do tamanho da fivela que usam…sem contar o otário que fica passando de camioneta no posto da paraná do lado do bombeiro jogando bombinha no chao ABALANDO!

  8. Não sou agricultor e tenho uma caminhote. Trabalhei muito pra isso, melhor em conforto e segurança do que os demais carros, quem tem sabe. Só pra constar, não é e nem foi financiada e não trabalho pra isso, apenas consequencia.. do mais, comprei meia dúzia de bens antes de poder conquistar esse veículo.

    AGORA, se você é um frustrado, ninguém pode fazer nada.. larga esse blog e vai trabalhar, quem sabe um dia compra uma. Torço por isso parceiro, vai fundo..

  9. O ser humano é invejoso mesmo,tenho uma dodge ram com 2metros e 2 de altura e quase 6 de comprimento moro em São Paulo,tenho caminhonete não para me exibir mas por satisfação própria,lutei para isso e não ligo para esses comentários absurdos,ando sózinho ou com minha noiva na caminhonete,uso fivela e chapéu com orgulho da música sertaneja que toco na minha ram,cuido da minha vida tentando não prejudicar a dos outros,acho que vcs que comentaram contra caminhonetes se agirem da mesma forma talvez algum dia possam comprar a sua tão sonhada caminhonete ,invejosos hipócritas!!!!A inveja é um dos piores pecados existentes!!!!!!!!

  10. Pingback: Novo blog: Rigão | Maringá, Maringá

  11. Ótimo texto, concordo plenamente!
    Pena que em vez de proibirem esse tipo de veículo na nossa cidade, tem projeto rolando para aumentar o tamanho das vagas públicas para que elas possam atendê-los!
    Ou seja, mais idiotas dirigindo esses carros e menos vaga para todos…
    Ô prefeitinho que pensa no futuro viu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s