Menos assessores, mais eficiência?

Os vereadores de Maringá aprovaram o projeto que reduz a quantidade de assessores parlamentares por gabinete na Câmara. Agora, cada edil poderá ter cinco: um chefe de gabinete e quatro assessores parlamentares. A verba disponível para o pagamento dos servidores continua a mesma – R$ 12.140,55.

As investigações do GAECO motivaram a mudança. No ano passado, seis servidores foram denunciados porque batiam o ponto na Câmara e davam um “migué”. Os malandrões não permaneciam no local de trabalho e alguns até possuíam outro emprego.

Espera-se mais eficiência dos trabalhos legislativos com a alteração. Porém, todas as emendas propostas pelos oposicionistas – entre elas, a diminuição da verba de gabinete para R$ 10.406 e a redução do número de funcionários do presidente da Câmara – foram rejeitadas. Parece que ainda é de interesse da maioria manter a estrutura arcaica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s