A última de Orestes Quércia

Orestes Quércia, um dos donos de Campinas, onde foi vereador e prefeito, depois deputado estadual, senador, vice-governador e governador, morto nessa véspera de Natal, concorreu ao Senado este ano, mas retirou-se da disputa para tratar o câncer de próstata que o vitimou.

As pesquisas apontavam a eleição de Marta Suplicy (PT) e de Netinho de Paula (PCdoB). Quércia era o quarto, depois do tucano Aloysio Nunes. Como no Estado de São Paulo a cisão entre direita e esquerda é claríssima e o PMDB é alinhado ao PSDB, a saída do ex-governador foi perfeita para Aloysio, que conseguiu seus votos e a eleição. Netinho ficou de fora.

Aloysio foi vice de Luiz Antônio Fleury Filho, sucessor de Quércia no Governo do Estado, além de líder na Assembleia Legislativa quando este era governador.

Nunca saberemos se a doença foi o que mais pesou em sua retirada da campanha. De qualquer forma, foi o último movimento de Quércia no xadrez político a favor de seus aliados.

* Quércia também concorria com Romeu Tuma, morto no último dia 26 de outubro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s