Má fama do Rodrigues

Leitor desabafa:

“Há alguns anos acompanho a decadência de alguns colégios em Maringá. Ainda em minha época de ginásio, notei a particular má fama que o Estadual Rodrigues Alves estava construindo.
Mais recentemente, comecei a utilizar uma linha da TCCC que tem uma parada em tal colégio, onde muitos alunos embarcavam para a evidente infelicidade dos demais passageiros. Os alunos são verdadeiros baderneiros, ouvem música alta dentro do ônibus, dependuram-se, exaltando nossa origem símia, gritam, usam linguagem pesada e assustam os outros passageiros. Não deixe sua imaginação falhar, estou falando de crianças que sequer atingiram a puberdade.

Desde então, pensei: pobre equipe pedagógica, forçados a lidar com essa escória (acredite, não estou sendo cruel nas palavras). Porém, mais recentemente, uma conversa com uma das professoras do colégio me mostrou que a equipe pedagógica é muitíssimo responsável por tudo isso, e que a omissão deles é a principal responsável pela desordem. Essa professora me disse que a música do intervalo é usada como pretexto para danças vulgares e, como consequência, um ‘quase’ show de sexo explícito para os menores, que assistem a cena meio sem entender, mas se preparando para os próximos anos, quando sua chegar sua vez de ser um marginal ou uma ‘vagabunda’ (nas palavras da educadora).

Pelo que parece, a direção prefere a má fama que a omissão do tráfico de drogas, violência e subversão de valores traz, do que trabalhar”.

Anúncios

3 respostas em “Má fama do Rodrigues

  1. engraçado vc ne estuda no colegio acho que vc ta morrendo de enveja e outra fica sabendo e tudo ao contrario seu retardado

  2. Sou aluna do Colégio Rodrigues Alves, estudo nessa instituição de ensino há 4 anos e escrevo este texto para expressar minha indignação.
    O texto acima foi escrito para qualificar o Colégio R.A. como uma instituição de “baderneiros” ( entre outras expressões piores). Após ler o texto me senti ofendida.
    Na minha opinião, se temos uma oportunidade para escrever em um blog importante como este, deveria ter provas e argumentos sobre o que escreve. No Colégio, como em todos os outros colégios, existem alunos “baderneiros”. Entretanto, generalizar pelo que foi visto em um ônibus? ou mesmo pela opnião de um cidadão revoltado?
    Eu, em nome de vários outros alunos, não posso deixar de expressar a revolta pelas definições dadas sobre o Colégio. Só quem está nele todos os dias sabe que não são tocadas músicas de funk, mesmo porque não é permitido e que não ocorre nenhum ” show de sexo explícito para os menores..”
    Os professores, funcionários e coordenadores se empenham para um bom trabalho. Se alguns deles duvidam do que fazem, e criticam abertamente as atitudes de seus alunos, com argumentos que não existem, isso só mostra FALTA DE CAPACIDADE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s