Para ficar na memória

Ela sempre aparece aqui para nos assombrar, agora em dois ângulos ainda não muito explorados. Clique para ampliar. Fotos de Gustavo T.

Os arcos resistem após a demolição, provando que, afinal de contas, o edifício não estava colapsando.

Joubert de Carvalho, que acompanha a vida da Rodô desde 72, lamenta a companheira que agoniza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s