Melhores da década: Cianorte 3 x 0 Corinthians

A Copa do Brasil, como gostam de dizer os cronistas esportivos, é o caminho mais curto para a Libertadores.  Neste ano, Santos e Vitória disputam a finalíssima. Apenas uma vez um time de Maringá se fez presente na competição – o Adap Galo foi eliminado pelo Noroeste de Bauru na primeira fase, em 2007. Porém, a cidade foi palco de uma das maiores zebras da história do torneio.

O Cianorte, após ter feito boa campanha no Campeonato Paranaense de 2004 (foi semifinalista), conquistou o direito de participar da Copa do Brasil de 2005. Na primeira fase, passou pelo CENE-MS. O adversário da fase seguinte seria o poderoso Corinthians, turbinado com o dinheiro da MSI e as chegadas de Carlos Alberto, Roger e Carlitos Tevez.

O estádio de Cianorte, o modesto Albino Turbay, não teria condições de receber evento de tamanha dimensão. A solução encontrada foi transferir a partida para o estádio Willie Davids, em Maringá. Assim, aqui foi realizado o jogo de ida, no dia 09/03/2005.

No jogo, o mais improvável aconteceu. O Leão do Vale se agigantou, e o Timão virou timinho. O técnico Daniel Passarela não conseguia dar liga àquele amontoado de craques. Aos 9 do primeiro tempo, o placar já marcava 2 x 0 para o time paranaense, com direito a golaço de bicicleta de Márcio Machado. O terceiro e derradeiro gol foi marcado aos 36 minutos. O zagueiro do Corinthians Anderson ainda seria expulso no segundo tempo. Os paulistas até tentaram reagir, sem sucesso. Cianorte 3 x 0 Corinthians, placar final.

No jogo de volta, no Pacaembu, no dia 06/04/2005, o Cianorte foi goleado por 5 a 1, e deu adeus a competição. Pouco importa. A equipe já tinha entrado pra história.

CIANORTE 3 x 0 CORINTHIANS

Cianorte: Adir; Édson Santos, Diego e Fábio Carioca; Daniel Marques, Cuca, Rocha, Robert (Dario) e Maurício; Binho (Valdiran) e Márcio Machado (Djames). Técnico: Caio Júnior.

Corinthians: Fábio Costa; Coelho, Sebá, Anderson e Edson; Wendel (Bobô), Fabrício, Carlos Alberto e Roger (Gustavo Nery); Gil e Tevez. Técnico: Daniel Passarella.

Data: 09/03/2005 (quarta-feira)
Local: Willie Davids, em Maringá (PR)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Gols: Édson Santos, 8, Márcio Machado, 9 e 36 do 1º
Renda: R$ 380.000,00
Público: 19.500 pagantes
Árbitro: Elvécio Zequetto (MS)
Assistentes: Rogério Carlos Rolim (PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Expulsão: Anderson, 25 do 2º
Cartões amarelos: Wendel. Cuca, Roger, Fabrício e Fábio Carioca.

Cianorte comemora um dos gols contra o Corinthians, no histórico jogo em Maringá

Anúncios

8 respostas em “Melhores da década: Cianorte 3 x 0 Corinthians

  1. Eu nem lembrava desse jogo, eu lembro memso é do jogo de volta, onde o cianorte tomou uma pancada tão grande dentro de campo que até hoje deve tá atordoado.

  2. Lembro bem desse jogo. Ao termino da partida, mandei o Carlos Alberto tomar no cu e ele viu. o/

  3. Esse jogo foi lindo, ver o corinthians ser surrado pelo Cianorte em plena Maringá, não tem preço. Aliás, Ver a derrota do corinthians não tem preço!

  4. no jogo de volta o Corinthians comprou o jogo do Cianorte, eu moro em cianorte, eles derão um onibûs 5 estrelas pro cianorte, com medo de perder de novo kkkkkkk corinthians soh fode mesmo time de merda

  5. A maior vitória do time do LEÃO DO VALE DO IVAÍ O Cianorte venceu o poderoso timão com CARLITOS TEVES, FABIO COSTA, ROGER, SEBÁ E TÉCNICO DANIEL PASSARELA! o Saudade daquele Time do Cianorte que conseguiu vencer o Corinthians aqui em Maringá- PR PODERIA FAZER UMA ESTÁTUA NO ESTÁDIO WILLIE DAVIDS PARA AQUELE JOGADOR DO CIANORTE QUE FEZ UM GOLAÇO DE BICICLETA FOI UM GOL MAIS BONITO DA HISTORIA DESTE ESTÁDIO!!!

  6. O segundoo jogo o corinthias comprou o jogo, porisso ganhou.hsauhsuahsuhasauhs

  7. Eu estive nesse jogo, com um previlégio de poder estar no gramado ,em 2005 trabalhei como reporter esportivo pela rádio capital de Cianorte, foi um jogo incrível, realmente nem a própria imprensa acreditou no que viu, foi uma surpresa a todos, o time paulista nem sequer fez reconhecimento do gramado, nem eles acreditaram no aue viram ,são as mazélas da vida.

  8. Pingback: UMA REGIÃO METROPOLITANA SEM FUTEBOL PROFISSIONAL | SÉRIE Z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s