Da educação, ou da falta dela

“Tem gente que é folgada mesmo, né?” — puxava assunto uma senhora evangélica de meia-idade, sentada ao meu lado na circular. “Os dois filhos daquela mulher têm mais de cinco anos e entraram pela porta de trás”. Falava isso esparramada em um banco e meio, deixando-me todo apertado. Logo adormeceu.

Não é arriscado dizer que o pior de Maringá é o maringaense. Usando o transporte coletivo quase todo dia na última semana, percebi que a falta de educação por aqui está se alastrando como um câncer maligno.

Esqueceram-se, por exemplo, do que significa fila ou “com licença”, algumas das regras mais básicas do convívio social. Para pegar o ônibus, hoje: estudantes do Instituto de Educação passavam na frente de todos, esfregando suas mochilas imundas nos outros, só para entrar primeiro e pegar um bom lugar. Na cara dura. E não foi só a molecada. Jovens senhoras, gordas de tanta saúde, e um rapaz com um livro de direito penal embaixo do braço também faziam o mesmo; para ajudar, os cambistas tumultuavam ainda mais a entrada. Um velho com seu netinho, querendo sair do terminal para atravessar no meio da rua (!), xingou duas vezes um cambista e mandou-o sair da frente. Tudo normal, como se todos estivessem com a razão ou como se fossem as únicas pessoas no planeta. Tudo isso aconteceu em menos de cinco minutos. Quando encosta o ônibus, piora: amontoam-se como urubus na carniça; um jogo de futebol americano, mas sem os capacetes.

A única fila foi vista na 022 Guaiapó, isso porque a Alana Gazoli da Rede Catedral estava lá fazendo uma reportagem.

Então os jovens, quando atingem a idade necessária, ou os outros, se melhoram um pouco as condições de vida, adquirem carros usados ou motocicletas em prestações e passam por cima de todo mundo, não enxergam os pedestres, ignoram o semáforo vermelho, matam, atropelam, aumentam as estatísticas de mortes no trânsito e todos se perguntam a razão. É uma questão cultural, ou da falta de cultura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s