Há seis meses: o Tabelão

A edição impressa d’O Diário de hoje dedicou capa e três páginas inteiras a algo que este blog comentou modestamente há seis meses: a possibilidade de a pesquisa de preços em supermercados do jornal e da UEM, o tabelão, ser usada para enganar consumidores. E já não era novidade: vários funcionários de supermercados conheciam esta prática — os preços de alguns produtos eram alterados apenas durante o tempo da coleta de dados, voltando imediamente ao “normal” assim que os pesquisadores deixavam a loja. Curioso que agora também houve discrepância entre os preços do quilo do alho. Quem vai ao supermercado apenas para buscar alho (sem trocadilho), sempre dá com os burros n’água.

Na época, não duvidamos da metodologia empregada pelos pesquisadores, mas da boa fé de alguns comerciantes maringaenses. Finalmente O Diário trouxe o problema à baila e deu nome aos bois. Reafirma, desta forma, seu compromisso com os leitores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s