Picardias estudantis

Colégio em cima do shopping, 2007. Era mais uma aula de Literatura com o Prof. Fabiano — romantismo, Castro Alves e abolição. Ele comentava que Rodolfo, o personagem de Danton Mello em Sinhá Moça, fora criado em cima do Castro Alves. Então desenhei na carteira e mostrei a Felipe B.:

O professor notou nossas risadas e nos expulsou da sala. Ofereceu nossas cabeças ao Frigo. Me senti um pouco Charlinho, o pobre menino que só queria estudar. Mas foi legal: passamos metade de uma manhã no “chiqueirinho”. Lá, vimos as 3×4 das carteirinhas de quase todo o colégio e brincamos de adivinhação. Pegávamos a carteirinha de alguém e o outro, a partir de várias dicas, deveria descobrir quem era. Depois, ficamos zanzando pelo pátio vazio. Também tivemos ótimas conversas com os bedéis, a bibliotecária e o pessoal da secretaria. Uma pena não sermos expulsos mais vezes.

* Nós bem que tentamos.

3 respostas em “Picardias estudantis

  1. É falar do Charlinho q sinto vontade de rir. PÃO COM TINTA !

  2. OLHA SÓ! DESSE TIPO DE COISA EU NÃO FICO SABENDO, NÉ GUSTAVO!

    rs

  3. Acho que eu contei dessa episódio na época para a vó, a mãe etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s