Volta, Roberto Paiva!

Roberto Paiva

Tiraram o ná do Roberto Paiva. Do Paraná, ele foi para o Pará.

Os paranaenses que acompanhavam o Paraná TV com certeza estranharam quando o repórter Roberto Paiva deixou de transmitir de Foz do Iguaçu (pela TV Cataratas), na qual fazia reportagens espinhosas sobre o tráfico, o contrabando e os problemas da tríplice fronteira.

De repente, Paiva se tornou correspondente da Rede Globo no Pará, trabalhando na TV Liberal, desta vez abordando temas espinhosos em reportagens sobre os problemas do Pará: escravização, assassinatos, extração ilegal de madeira, prostituição infantil e a questão indígena, por exemplo.

O blog se pergunta qual o motivo da transferência do repórter. Parece-nos que foi uma promoção, pois no Pará há muito mais matéria-prima para o jornalismo-denúncia, que está em cima da linha tênue que separa o jornalismo do sensacionalismo.

O fato é que Roberto Paiva não está agradando por lá. Yúdice Andrade, do blog Flanar, assina um post chamado “O fim do mundo, segundo Roberto Paiva“, escrito “em solidariedade a um amigo que odeia o cara e cogita até confrontá-lo, qualquer dia, se topar com ele pela rua”. Nele, critica as reportagens de Paiva no Pará, dizendo “que denegrir a imagem do Pará parece ser o único objetivo do moço”. O post em questão conta com o apoio de alguns paraenses irados.

Temendo pela integridade física de nosso conterrâneo, lançamos a campanha: “Volta, Roberto Paiva!”.

11 respostas em “Volta, Roberto Paiva!

  1. Fiquem tranquilos quanto a integridade física do moço em questão!O que se questiona por aqui é :
    nosso estado, como todos os outros têm muitos problemas, absurdos por sinal, mas não é só.
    Temos muito a mostrar e ensinar para o Brasil e o mundo.Roberto Paiva como correspondente no pará, deveria mostrar as duas faces do pará e não só a face dos problemas!
    Que fique bem claro que mesmo nosso réporter, tendo ido aos lugares mais perigosos nada lhe aconteceu!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Pingback: Complicada a situação! « Maringá, Maringá

  3. Olá, sou o autor da postagem referida. Espero não ter causado má impressão sobre as nossas intenções em relação ao rapaz. Com efeito, o seu conterrâneo não corre perigo entre nós, por conta de seu trabalho. O ponto central da questão é bem esclarecido em meu texto e foi percebido pela comentarista evely.
    No mais, não se trata de escamotear os imensos problemas que temos em nosso Estado. Acompanhando os nossos blogs, ficará claro que não tapamos o sol com a peneira.
    A propósito, Paiva não está mais entre nós.

  4. Pessoal,
    minha irmã esteve em Belém a negócios e ficou impressionada com a sujeira nas ruas e a falta de higiene. No mercado do Ver o Peso havia muitos ratos e alimentos armazenados no chão. Cruzes !!!

  5. gostaria tanto de falar com Roberto Paiva, porque já trabalhou em Maringá PR, depois,Pará, e agora no final de 2010, e 2011, foi transferido para São Paulo, lugares tão diferentes, também pergunto foi uma promoção?, será que ele tem esposa e filhos e já se adaptaram a tantas mudanças? aguardo resposta.não acho que ele criticava tanto o Pará, como será a vida dele? abraços.

  6. Pensei que ele fosse paraense! a primeira vez que eu o vi aparecendo nos telejornais foi aí por Belém. Me parece que a rede globo adotou essa prática de ficar mudando os repórteres de um estado para outro. Será que isso não prejudica as reportagens? afinal de contas, um repórter, natural do lugar, conhece melhor os problemas do seu Estado do que um que venha de fora. Não é de hoje que eu noto que a rede globo, coincidência ou não, só passa matérias que detonam com o Pará. Para quem não conhece os lugares (sejam eles quais forem) mostrados nas reportagens imagina que a realidade seja exatamente a mostrada pela tv, então o que é veiculado, ali, naquela reportagem, se torna referência para quem estiver assistindo. Não é à toa que muitos pensam que no norte só tem índios e mata a perder de vista, que no nordeste a seca assola geral, que em São Paulo não há uma rua que não seja lotada de prédios, que no Rio, em cada esquina, tem balas zunindo nos ouvidos das pessoas enquanto elas correm dos arrastões e que no sul só tem nazistas e pessoas bonitas. Quem quiser saber como os lugares são na real, tem que ir in loco e mesmo assim, dependendo por onde se anda, ainda se corre o risco de não se fazer uma imagem correta do lugar. Yuri, estive em Belém em fevereiro de 2010, Belém, como o Jô falou, é uma das cidades mais bonitas do Brasil, e não foge à regra das capitais brasileiras, tem partes lindas e limpíssimas ,assim como partes feias, sujas e mal cuidadas. O Ver-O-Peso, infelizmente, é mal cuidado e muito frequentado por nativos e turistas, todos cooperam para a sujeira existente por lá (a prefeitura devia zelar por um lugar que é tão divulgado e frequentado pelos turistas. Não consigo entender!). Dizer que a cidade tem todas as ruas sujas é um pouco demais, típico comentário de quem olha uma vez numa certa direção e por aí faz a imagem da cidade inteira. Quem sabe sua irmã não estava de mau humor quando visitou a cidade, hein?

  7. Sou paraense é fiquei indiquinado diante de tamanha grosseria com nosso estado,mas a culpa não e só dele a Rede Globo também tem uma enorme parcela de culpa,pois parece-me claro,que grande parte das matérias são baseadas em:escravidão,indios,corte ilegal de madeira,prostituição e etc…coisas que para a Globo só acontecem no Pará.

  8. SE O PARÁ É TÃO BOM, POR QUE OS MORADORES QUEREM DIVIDIR O ESTADO EM TRÊS?

  9. Boa pergunta João! Se perguntar aos paraenses do futuro “parazinho” vão responder: “é porque quero o Pará grande”. Na verdade, não sabem justificar o NÃO ou o tal do 55. Nem os daqui conhecem os verdadeiros problemas do Pará. Tapajós e Carajás, se querem dividir é porque viveram e vivem à mingua do governo do Estado. Mas mesmo assim são regiões diferenciadas, com uma qualidade de vida razoavel, se comparada a daqui, das que estão grudadas em Belém. Tá na hora de oficializar o que já é vivido há décadas!

  10. Ola roberto paiva sou eu a vera luicia te conheci,no bom retiro em sao paulo em 1981 e preciso falar urgente com vc . meu telefone 6133930022 e meu imail e veralucia.sucesso@gmail.com. aguardo sua resposta. um grande beijo vera lucia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s