Dizem que ela existe pra proteger…

Transcrevo, quase que integralmente, relato de um amigo que compareceu ao Tribo’s Bar na noite de ontem:

“Entre viaturas e carros da polícia, conselho tutelar e guarda florestal, por volta das 23:30, chegaram uns 10 carros e mais umas 5, 6 motos. Chegaram freando bruscamente e descendo das viaturas bem rápido, todos com mão nas armas, alguns até ficaram de arma em punho. Fecharam a rua e colocaram motos impedindo a passagem. O pessoal que estava ali na frente do Tribo’s pensou que foram buscar algum traficante, assaltante ou assassino que estava lá dentro, porque o uso da força policial era exagerado pra uma simples batida. Eu estava entrando, estava na fila. Os policiais entraram no Tribo’s como quem entra em casa, não quiseram nem saber. Entraram policiais homens, uma policial mulher, uma senhora que parecia ser do conselho tutelar, um senhor também. Ficaram lá dentro, e vinte minutos depois, fecharam as portas do Tribo’s. O público do bar ficou chocado. Todos foram obrigados a colocar a mão na parede. Se alguém fizesse um movimento brusco, era arriscado levar um tiro. Mulheres, homens, sem exceção, todos foram revistados, inclusive as bolsas femininas. Foram extremamente truculentos, foi uma atitude FASCISTA. O poder do Estado, misturado com o ódio e o preconceito natural que o “CAPIAU PLAYBOY SERTANOJO UNIVERSITÁRIO” sente pelos “rockeiros sujos e drogados”.  Após tudo isso, o bar foi obrigado a fechar as portas pois as autoridades alegaram irregularidades na segurança.

Existe preconceito, sim, pois foi só no Tribo’s isso. Na casa noturna que existe a poucos metros dali, eles passaram batido. Por que eles também não fazem a operação em outra danceteria conhecida, onde todos sabem que menores entram sem problema e drogas são consumidas livremente no banheiro? O que houve ontem foi um golpe brutal na cena underground maringaense. O Tribo’s, que já andava mal das pernas, devido a um recente roubo de equipamentos de som – caso que a polícia não teve competência pra resolver (ou não quis?) – agora fica em situação ainda mais delicada. É o grande contra o pequeno, David contra Golias, DISCREPÂNCIA DE PODER. Puro preconceito. Por quê? Porque no Tribo’s têm cabeludos, e cabeludo é igual a rockeiro marginal? 90% das pessoas que estavam lá são universitários, trabalhadores, e frequentam o bar por puro amor ao rock’n roll e pra confratenizar com os amigos. Frequento o Tribo’s há anos, e nunca vi brigas, tumultos ou qualquer coisa do gênero lá. Ontem foi um abuso mesmo! Infelizmente, Maringá é um sitião iluminado…”

E não para por aí! Leiam o que outra amiga conta, na continuação dessa noite:

“Depois do ocorrido no Tribo’s, nos dirigimos à praça do estádio Willie Davids, pois não havia mais nenhuma opção de diversão que valesse a pena. Estávamos sentados em volta das mesinhas da praça, não havia som alto, nem bebida alcóolica. De repente, a patrulha chegou, com farol apagado para não serem vistos. Ordenaram que todos fizessem uma fila e colocassem as mãos na cabeça. Depois de revistados, os policiais mandaram todos pra casa, pois não queriam nenhum tipo de aglomeração.”

Enquanto policiais se preocupam em estragar a diversão da juventude maringaense…

Assassinato no Conjunto Requião

Assassinato em Maringá – rapaz morre com cinco tiros

Ladrões furtam casa e levam o carro da família

Bar é assaltado na Vila Morangueira

Morto com tiros na cabeça no Jd. dos Pássaros

Etc, etc, etc…

Fica a provocação do blogueiro:

Estaria a polícia maringaense combatendo, de fato, o foco da violência?

13 respostas em “Dizem que ela existe pra proteger…

  1. vc descreveu tudo! mais talvez p/ quem leia isso n saiba oq é realmente é passar por isso ;]

    resumindo… esse pais me da nojo com suas leis :*

  2. Para mostrar serviço, eles fazem atos dissimulados e incopetentes que gera isso mesmo resumindo tumulto e nada de resultados … como vc disse o trevas vae a galera jovem que quer paz….. e se encontrar com os amigos..

  3. Se a polícia faz uma dessa num bar “conhecido” em que o pessoal usa drogas abertamente no outro dia estão todos os policiais responsáveis presos ou afastados para responder processo, porque quem frequenta esses bares tem as costas quentes.

    Triste e lamentável.

  4. O comando da Polícia militar é uma comédia totalmente despreparados e a gestão do prefeito é um lixoooo.

  5. como se não bastasse… esses “senhores” q acabaram com a festa… não fazem a minima ideia da preparação q cada musico q ia subi nakele palco akele dia teve… o trabalho… tdu pra pode mostra alguma coisa… sem drogas sem violencia… sem nada..
    era um simples evento de metal q iria conta com a participação d um otimo publico em um otimo dia..
    pra que isso?? pra que armas e carinhas d mau??
    precisava d tdu isso?!
    ahhh pelo amor…
    enquanto isso estao trombadinhas assaltando celulares todos os dias… aki na rua da minha casa anteontem entraram na 12ª casa em 3 semanas…(embaixo do tribos diga-se de passagem…) por favor menos hipocresia…
    mais seriedade em um trabalho q era pra ser importante como o desses kras… eles não dando a honra ao concurso q eles passaram….

  6. a policia a cada dia que passa me dá mais raiva, pois não estão mais executando suas obrigações, preferem chamar atenção por nada do que realmente proteger a população da violencia, enfim, esse tipo de preconceito só aumenta minha insatisfação em relação a policia

  7. Ma-ringá. Cidade grande para algumas coisas, mentalidade de gente atrasada para outras. Não presenciei a atrocidade, mas pelo relato, a barbárie impera ainda. Uma pena.

  8. Aquela batida lá no estádio foi foda mesmo.
    eu estava lá, de boa, conversando e não tinha bebida alguma lá, a não ser a água que eu estava tomando! e eles chegaram apontando 12 na cara de todo mundo como se a gente fosse bandido! E ainda mandaram a gente embora de um local público!!! Palhaçaaaaaada!

  9. Eu vi, o abuso de poder lá no estádio.
    Realmente uma situação constrangedora pra TODOS.
    Não fui revistada, nenhum dos meus amigos. Mas todos estavam apreensivos.
    Expulsar pessoas de um local público?

    Ridículo.

    (Rodrigo Contess?)

  10. Pingback: Aniversário « Maringá, Maringá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s