Pipocanet

Em dezembro, eu soube do Pipocanet, cuja garota-propaganda é Priscila Buiar, inclusive. Eu gosto muito de filmes e adorei a iniciativa. Como não estou sendo pago para dizer isso, podem acreditar: é bom mesmo.

Pois bem, Rics está com uma promoção bacana e resolvi participar. Selecionei os primeiros cinco filmes que eu assistiria do catálogo do Pipocanet:

Com 007 Viva e Deixe Morrer: Filme de 1973, primeiro com Roger Moore no papel de James Bond. Na história, 007 se envolve em uma trama que mistura vodu, mortes misteriosas, perseguições e um vilão que explode! Além disso, a trilha sonora, imperdível, é toda de Paul McCartney. O tema, Live and Let Die, é conhecidíssimo e ganhou até versão do Guns N’ Roses.

E Se Fosse Verdade: Comédia romântica-sobrenatural, nos moldes de Ghost e P. S. Eu te Amo. Reese Witherspoon sofre um acidente, está em coma há meses e não se dá conta disso. Seu “espírito” volta ao seu apartamento, que foi alugado para Mark Ruffalo. Os dois procuram saber o que realmente aconteceu. Final feliz, filme para se assistir com a namorada. No original, Just Like Heaven é uma bela música do Cure que já embalou, com certeza, o namoro de muitos apaixonados.

Austin Powers em O Homem do Membro de Ouro: Terceiro filme com Austin Powers. O título é referência ao Homem com a Pistola de Ouro de um filme da série 007 de 1974. Escrachadíssimo, conta com a atuação de Beyoncé, de quem o busólogo de Maringá é fã, e a partipação de Tom Cruise, Britney, Kevin Spacey, Gwyneth Paltrow e até Ozzy Osbourne. Só assista com sua namorada se ela gostar de um humor, digamos, politicamente incorreto.

A Banda das Velhas Virgens: Único da lista que ainda não vi, mas quero ver há tempos. Mazzaropi, aos 67 anos, é Gostoso (!), maestro de uma banda formada por beatas idosas (!!). É expulso de onde vive e se muda para um ferro-velho. Encontra um saco de joias e tem de provar sua inocência. O título por certo inspirou uma banda por aí.

O Bebê de Rosemary: O sogro  com problemas de audição de uma ex-professora de redação entendeu o título deste filme como “O Bebê de Doze Metros”. Filme TENSO do louvado ano de 1968.  Rosemary, interpretada por Mia Farrow, tem um sonho no qual é estuprada por uma figura demoníaca e já dá para imaginar o terror psicológico que resulta daí. Curiosidade: Mia era amiga dos Beatles, que no mesmo ano lançaram o Álbum Branco; o filme se passa no Edifício Dakota, em Nova York, onde John Lennon seria assassinado 12 anos depois; em 1969, Charles Manson assassinaria Sharon Tate, mulher de Roman Polanski, diretor do filme. Um dos motivos: as letras das músicas do Álbum Branco, que tomaram sentido satânico na mente doentia do serial killer.

Anúncios

2 respostas em “Pipocanet

  1. Pô, eu não sabia que o nome da banda vinha de um filme. Agora quero ver também!

    Até quando ví o título do filme pensei que era algum show deles ou algo assim…

    Bacana!

  2. Pingback: Pipocanet (2) « Maringá, Maringá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s