Veja

Amada ou odiada, a Veja é a principal revista semanal do país. Desde o final do ano passado, seu site disponibiliza as edições integrais da revista em formato digitalizado. Algumas passagens:

… Maringá é a cidade mais segura do país
Os índices de criminalidade de Maringá (…) são comparáveis aos de Amsterdã (…). Sua taxa de homicídios é de 7,9 para cada 100 000 pessoas. No resto do país, alcança 35,5. A cidade venceu o crime ao criar um canal permanente de comunicação entre a polícia e a sociedade (…).23 de julho de 2008

… eles odeiam o Odílio
Disse Tiririca: “Quando eu gosto, eu gosto, mas, quando eu Odílio, eu Odílio”. A Veja não economizou acusações a Odílio Balbinotti, então indicado ao cargo de ministro da Agricultura: a empresa de Odílio teria forjado um pedido de empréstimo de 1,7 milhão de reais em nome de treze parentes e funcionário (…). A sensação é que Odílio deixa um cheiro estranho por onde passa. A Embrapa (…) já acusou o futuro ministro de ter se apropriado indevidamente de um trabalho de pesquisa da companhia (…). O deputado também presidiu um time de futebol, o Grêmio Maringá. Não conquistou nenhum título, mas responde a seis processos por ter deixado de recolher o INSS de funcionários e jogadores. Milionário, Balbinotti é o segundo deputado mais rico do Congresso, com um patrimônio declarado de 123 milhões de reais. Ele ainda é acusado de ter desviado 91.000 reais dos cofres públicos da prefeitura de Maringá (…). 21 de março de 2007

… Diogo Mainardi sabe que Maringá existe
Diogo Mainardi, colunista amado e odiado, soube de Maringá atráves do Canal Rural, no qual acompanhou os leilões de gado da Expoingá. Foi bombardeado por respostas de maringaenses. — 21 de maio e 4 de junho de 2003

… a morte de Silvio Name Junior
Caiu: um bimotor Aero Commander, na Vila Anhangüera, Zona Sul da capital paulista, deixando mortos os cinco passageiros, membros de uma mesma família, e os dois tripulantes. O avião ia para Maringá, no Paraná, teve problemas com aparelhos de navegação e despencou sobre a área residencial, ferindo três moradores e destruindo casas. Dia 16, em São Paulo.27 de dezembro de 2000

… Paolicchi tinha uma empresa de água mineral
Luiz Antonio Paolicchi ganhava 4.000 reais, brutos, como secretário de Fazenda. Mas possui dez apartamentos no Brasil e no exterior, nove fazendas, quinze carros, dois aviões, um helicóptero e uma empresa de água mineral adquirida durante sua permanência no secretariado. Numa avaliação inicial, os procuradores que investigam esses exuberantes sinais exteriores de riqueza calcularam que seu patrimônio é de, no mínimo, 20 milhões de reais.6 de dezembro de 2000

… e, claro: Maringá é a Dallas no Paraná
Foi histórico. A Veja falou em uma constelação de arranha-céus iluminados em uma Brasília regional. Até aí, tudo bem. Mas, ser texano? Houston, we have a problem! — 19 de maio de 1999

Anúncios

3 respostas em “Veja

  1. Pingback: Six, six, six (3) « Maringá, Maringá

  2. Pingback: Grandes questões « Maringá, Maringá

  3. O servico da revista Veja em Maringa e pessimo!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s